banner

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

author photo

“Sou a favor do cidadão de bem ter uma arma em casa”, defende Hermeto
Distrital eleito, o militar comandou a Administração de Candangolândia por oito anos, da gestão de Arruda (PR) a do Agnelo (PT)
Pauta em discussão no Congresso Nacional, a flexibilização do Estatuto do Desarmamento entrou também no debate de integrantes da Câmara Legislativa do DF. Apesar de reconhecer não participar oficialmente das decisões sobre o assunto, o deputado distrital eleito João Hermeto de Oliveira (PHS) declarou nesta sexta-feira (16/11), em entrevista ao Metrópoles, ser favorável ao “cidadão de bem” poder ter uma arma em casa.
O futuro mandatário, contudo, afirmou ser contrário ao porte de armas aos civis para uso nas ruas, o que na opinião dele deve ser de uso restrito das forças de segurança. “Eu já tive a sensação de ver um vagabundo entrando na minha casa”, revelou.
Sobre a segurança pública, o subtenente da Polícia Militar do DF defendeu a integração das polícias no DF como forma de reduzir os índices de criminalidade. “Minha meta é unir as forças. Na hora que o bandido vai atirar, ele não quer saber se é coronel ou delegado. Nossa união é a favor da população e contra a criminalidade.”
Segundo ele, o governado eleito Ibaneis Rocha prometeu estender aos PMs a paridade salaria da Polícia Civil com a Federal. “É o que ele me tem dito.”

Assista:


Com os recentes anúncios dos nomes que integrarão a Segurança Pública, o futuro legislador aproveitou para esclarecer não estar insatisfeito com a escolha da coronel Sheila Sampaio para comandar a Polícia Militar. “Eu só disse que ele deveria ter ouvido mais a corporação”, explicou.

O distrital foi eleito com 11.552 votos nas últimas eleições e ficou em 18º lugar entre as 24 vagas. Ele participou de governos anteriores, comandando por oito anos a Administração Regional de Candangolândia nas gestões de José Roberto Arruda (PR), Paulo Octávio (PP), Wilson Lima (PR) e Agnelo Queiroz (PT).

No primeiro turno da disputa pelo Governo do Distrito Federal (GDF), Hermeto estava ao lado de Alberto Fraga (DEM), coronel da reserva da PM. No segundo, preferiu Ibaneis Rocha (MDB), que acabou eleito. Na terça-feira (13), ele se reuniu com o futuro governador para apresentar demandasda corporação. “Não vou envergonhar a minha comunidade, e nem a minha corporação”, garantiu.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade