domingo, 30 de dezembro de 2018

author photo


ANA LÚCIA FERREIRA 

Está preso Ricardo Rodrigues de Souza Lopes, 21 anos, acusado de matar a facadas a ex-companheira Natacha Cristina Rocha dos Santos na madrugada desse Natal, dia 25 de dezembro. Ricardo ainda tentou matar a cunhada, Natania Aparecida Rocha dos Santos. 
Ele estava foragido desde a madrugada do crime, mas se entregou hoje. De acordo com a corporação, Ricardo Rodrigues estava na casa de uma avó, em Samambaia. Ele foi recolhido à carceragem e está à disposição do Judiciário. Além dos crimes de feminicídio e tentativa de homicídio, ele foi indiciado por posse ilegal de arma de fogo e de munição, localizados em sua residência durante as investigações. 

O jovem ainda é suspeito de envolvimento em outros crimes, como roubos e tráfico de drogas na região. Se condenado, poderá cumprir pena de 20 até 50 anos de prisão. "Ricardo é uma pessoa extremamente perigosa. Há relatos do envolvimento efetivo dele em roubos e no tráfico de drogas na Estrutural. Com a prisão dele o crime foi elucidado e a família poderá ficar mais aliviada", afirmou o delegado-chefe da 8ª Delegacia de Polícia (SIA), Rodrigo Bonach. Ainda de acordo com o delegado, o crime foi motivado pelo inconformismo com o fim do relacionamento de quatro anos com a vítima. No dia do crime, há relatos que Ricardo fez uso de álcool e drogas. 

Na delegacia, o jovem se manteve calado. 
A polícia também procura Antônio de Castro Carneiro, 34 anos, acusado de ser cúmplice do assassino. 
No dia do crime, Antônio dirigia o carro e deu fuga Ricardo. Natacha Cristina Rocha dos Santos, de 22 anos, foi a 30ª mulher assassinada no Distrito Federal em 2018.

Leia mais no Jornal de Brasilia
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA