banner

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

author photo


Pelo menos ¼ da população carcerária do Brasil pode ser solta com a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal de liberar os presos em segunda instância. Entre eles está o mega empresário do Distrito Federal, Luiz Estevão.
Ele está preso em segunda instância.
Além do empresário de Brasília, a decisão liminar atinge o ex-presidente Lula, que tem recursos pendentes nos tribunais superiores.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade