banner

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

author photo


PCDF investiga militar da FAB denunciado por abusar da própria filha
Segundo as acusações, por mais de um ano, o pai teria acariciado as partes íntimas da menina. Justiça aplicou medidas protetivas contra ele
Um suboficial da Força Aérea Brasileira (FAB) é investigado por suspeita de abusar sexualmente da própria filha, atualmente com 11 anos de idade. Conforme consta em boletim de ocorrência registrado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Brasília, o homem teria acariciado e mordido as partes íntimas da menina. Os atos libidinosos supostamente aconteceram entre 2017 e junho de 2018 no apartamento dele, na Asa Sul.
Como medida protetiva, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) determinou, em 10 de julho, o afastamento do pai por 6 meses. Ele deve manter uma distância mínima de 300 metros, além de ser proibido de entrar em contato com ela por qualquer meio de comunicação. O homem vai depor na delegacia na próxima terça-feira (11/12).
Segundo a denúncia, os abusos teriam começado há mais de um ano, mas a criança não entendia ser vítima de violência sexual. Supostamente, os atos libidinosos eram cometidos em momentos quando o militar ficava sozinho com a filha. De acordo com os relatos, ela só teve consciência dos abusos quando viu uma cena de novela na qual a personagem relatava experiência semelhante. A menina se emocionou, começou a chorar e revelou para o irmão o motivo do sofrimento.
O rapaz, de 20 anos, procurou a mãe aos prantos após ouvir as confidências. A criança teria chegado a pedir desculpas à família por não haver contado sobre isso antes e confirmou que foi violentada em várias ocasiões.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade