banner

sexta-feira, 22 de março de 2019

author photo

Em decisão, Bretas tenta evitar que Gilmar Mendes analise prisão de Temer
Juiz explica origem da decisão que tomou e sugere que, se prisão for questionada no STF, pedido seja encaminhado ao ministro Luís Roberto Barroso ou sorteado eletronicamente
O juiz Marcelo Bretas, que determinou o mandado de prisão do ex-presidente Michel Temer, expõe em sua decisão (leia documento abaixo) que um possível recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) não deve ser relatado pelo Ministro Gilmar Mendes, que já relatou outros casos da Lava-Jato no Rio, como as operações Saqueador e Calicute.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade