banner

segunda-feira, 15 de abril de 2019

author photo
Luana Bezerra morreu com pelo menos quatro facadas nas costas e uma, no pescoço. Ela pediu ajuda ao irmão para fugir, mas não houve tempo(foto: Arquivo Pessoal)

O que se sabe sobre a morte de Luana, assassinada na frente das filhas
Grávida de três meses do quinto filho, Luana Bezerra da Silva, 28 anos, levou ao menos quatro facadas nas costas e uma, fatal, no pescoço. É a oitava vítima de feminicídio este ano no DF
O Distrito Federal viveu um fim de semana de barbárie. Chacina, suspeita de estupro, homicídio e tentativa de homicídio. Pelo menos sete pessoas foram mortas na capital entre sexta-feira e ontem. Entre os crimes mais cruéis, o assassinato de uma mulher de 28 anos pelo companheiro em frente às duas filhas. Grávida de três meses do quinto filho, Luana Bezerra da Silva levou ao menos quatro facadas nas costas e uma, fatal, no pescoço — ela ainda tem marcas nos braços, que indicam luta corporal. O suspeito, Luiz Filipe Alves de Sousa, 20, fugiu e, até o fechamento desta edição, não havia sido preso.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade