( 00:00:00 )

domingo, 8 de setembro de 2019

author photo

Com déficit na Saúde, Educação e Segurança, GDF tem 3 mil servidores cedidos
Números da pesquisa feita pelo (M)Dados, do Metrópoles, mapeou a quantidade de cessões e requisições no Executivo local
Faltam policiais nas ruas, professores em sala de aula e médicos nos hospitais. Mesmo assim, o Governo do Distrito Federal (GDF) cedeu 3,1 mil servidores para outros órgãos públicos brasilienses, estados e governo federal. Atualmente, Brasília tem 139.619 concursados. O número de transferências foi calculado pelo (M)Dados, núcleo de análise de grande volume de informações do Metrópoles.
Segundo a pesquisa, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) tem 453 servidores cedidos. É o órgão com maior número de cessões. Na sequência, a Polícia Militar abriu mão de 378 homens e mulheres treinados para garantir a segurança da população. Apesar da crise de infraestrutura e da carência de profissionais na rede pública de ensino, a Secretaria de Educação liberou 321 empregados do seu quadro.
Enquanto unidades de pronto atendimento e salas de emergência sofrem com falta de pessoal, 301 médicos, enfermeiros, técnicos e outros trabalhadores da pasta da Saúde foram enviados para outras atividades. A Secretaria de Economia, até pouco tempo chamada de Fazenda, Planejamento e Gestão, cedeu um total de 186. E a despeito das ameaças de corrupção, crime organizado e maníacos atemorizando a cidade, a Polícia Civil transferiu 174 profissionais.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior