( 00:00:00 )

sábado, 14 de setembro de 2019

author photo

Umidade chegou a 10%, no Gama. Defesa Civil decretou estado de emergência.

Por G1 DF e TV Globo

Nascer do sol em Brasíli — Foto: Pedro Ventura/GDF/Divulgação

O Distrito Federal registrou, nesta sexta-feira (13), o dia mais quente do ano. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), termômetros marcaram 34,9°C por volta das 15h, no Gama.

O novo recorde superou a temperatura registrada na quinta-feira (12), que teve máxima de 34,7°C, e até então era o dia mais quente de 2019.

A umidade do ar também continuou baixa nesta sexta. No Gama, o índice chegou a 10%, enquanto no Plano Piloto ficou em 12%.

Por conta das altas temperaturas e baixas umidades, a Defesa Civil decretou estado de emergência na capital. O Inmet também emitiu alerta vermelho e e afirma que há “grande risco de incêndios florestais e à saúde”.–:–/–:–

Incêndio em parque em Águas Claras, no DF, assusta moradores

No fim da manhã, um incêndio no Parque Ecológico de Águas Claras assustou moradores. As chamas se aproximaram dos prédios e de uma pista por onde passavam carros.
Quais os índices de perigo?

A Defesa Civil classifica os níveis de umidade em três tipos. O estado de emergência é o mais grave deles.
Estado de atenção: umidade entre 30% e 20% por cinco dias seguidos
Estado de alerta: umidade fica abaixo de 20% por três dias consecutivos
Estado de emergência: umidade abaixo de 12% por 2 dias seguidos
Cuidados

Idosos e crianças são o público mais atingido com os problemas de saúde provocados pela baixa umidade e o calor.

Segundo o Inmet, nesse período, a população deve:
Beber bastante líquido
Evitar atividade física intensa
Evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia
Usar hidratante para pele e umidificar o ambiente.
Evitar bebidas diuréticas (café e álcool).

Fonte: G1/DF
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior