( 00:00:00 )

segunda-feira, 9 de setembro de 2019

author photo


Por Fred Lima
Em reportagem exibida pelo Fantástico nesse domingo (8), o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) é acusado de aplicar vários golpes durante o período em que morou nos Estados Unidos. Onze pessoas gravaram entrevista e afirmaram terem sido vítimas do empresário.
Em sua versão, o parlamentar disse que não aplicou golpe no Brasil e nos Estados Unidos e que tudo não passa de uma armação orquestrada para tirá-lo do mercado de cursos online. “Infelizmente, existem pessoas mau caráter. E esse não sou eu. Estou aqui de cara aberta querendo resolver os meus problemas. E resolvendo todos da forma mais correta possível, dentro da lei”, afirmou.
O problema é que Luis Miranda tropeçou quando respondeu a acusação feita por Francisco Martins, seu ex-funcionário, que declarou que o ex-patrão mentiu ao apresentar dados falsos referentes ao lucro do fundo de investimentos. “Na verdade, essa planilha foi criada com os números reais. Depois, ele mudou. Ele alterou”, disse Martins ao Fantástico.
Em resposta, o deputado transferiu a culpa para Francisco e revelou: “Eu não sou especialista em números, ele era a pessoa que se responsabilizava por isso. Ele vai responder por isso e vai responder de verdade”.
Ora, como então Luis Miranda prometia a “Mega-Sena” sem ter conhecimento de exatas? Só o trabalho motivacional não adiantaria se não entendesse de matemática, contabilidade ou economia.

Não convenceu.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior