Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Maior da história, bancada da bala entrega 75% dos votos a Bolsonaro

Maior da história, bancada da bala entrega 75% dos votos a Bolsonaro Frente Parlamentar da Segurança Pública conta com 308 dos 513 deputad...


Maior da história, bancada da bala entrega 75% dos votos a Bolsonaro
Frente Parlamentar da Segurança Pública conta com 308 dos 513 deputados na Câmara federal e pode ajudar – ou atrapalhar – muito o governo
A onda de popularidade que levou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) à vitória nas últimas eleições beneficiou também candidatos a deputado e a senador que se identificam com as pautas da segurança pública. No atual Congresso, a frente parlamentar conhecida como “bancada da bala” atingiu o seu maior número da história, pulando de um grupo que não chegava a 100 parlamentares para 308 representantes – e se estendeu ao Senado, onde conta com 13 membros (não havia nenhum na última legislatura).
Coesa apesar de unir 22 partidos (incluindo de esquerda, como PT e PSol), a Frente Parlamentar da Segurança Pública mostra fidelidade ao governo: os deputados filiados ao grupo entregaram os votos que o governo orientou em 75% dos casos desde o início do ano. A adesão, porém, não é automática e pode até se virar contra o Palácio do Planalto em temas importantes, como o debate sobre a reforma da Previdência dos militares.
A fidelidade de 75% foi apurada pelo (M)Dados, núcleo de análise de grandes quantidades de informações do Metrópoles, nas 227 votações que ocorreram na Câmara federal desde o início da legislatura. A “desobediência”, ou seja, o voto contrário àquele que foi orientado pelo governo, é baixa na bancada da bala, de apenas 8,11%. Nos outros 16,89% dos casos, os parlamentares estiveram ausentes das votações – o que também prejudica os objetivos do governo nas votações.