quarta-feira, 11 de setembro de 2019

author photo

Procurador que reclamou do salário ganhou mais de R$ 4 milhões em 5 anos
Entre agosto de 2014 e julho de 2019, segundo o Portal da Transparência do MPMG, Leonardo Azeredo dos Santos custou para o contribuinte R$ 4.173.614,58, sem levar em conta benefícios como vale-alimentação e auxílio saúde
Queixoso por receber o "miserê" de R$ 24 mil por mês, o procurador de Justiça de Minas Gerais Leonardo Azeredo dos Santos custou R$ 4,1 milhões ao contribuinte nos últimos cinco anos. Isso sem contar benefícios como o auxílio-alimentação e plano de saúde.
O levantamento tem como base os dados do Portal da Transparência do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Somando-se salário, indenizações e "remunerações retroativas ou temporárias" — que incluem valores garantidos por conquistas na carreira ou decisões judiciais —, chega-se à cifra de R$ 4.173.614,58 gastos pelo MP exclusivamente com o procurador.
A soma considera somente o período entre agosto de 2014 e julho de 2019, menos de um quinto da trajetória do procurador no MPMG. Ele ainda tem direito, todo mês, a auxílio alimentação no valor atual de R$ 1.100 e de saúde, de aproximadamente R$ 1990.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA