Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Rogai por nós: igrejas do DF sofreram 163 ataques de bandidos em 2019

Rogai por nós: igrejas do DF sofreram 163 ataques de bandidos em 2019 Assassinato do padre Casemiro, na Asa Norte, levou lideranças de tem...


Rogai por nós: igrejas do DF sofreram 163 ataques de bandidos em 2019
Assassinato do padre Casemiro, na Asa Norte, levou lideranças de templos católicos da capital a reforçarem sistemas de segurança
Oassassinato do padre polonês Kazimerz Wojno, mais conhecido como padre Casemiro, 71 anos, ocorrido no sábado (21/09/2019), chocou a população brasiliense pela brutalidade. O crime aconteceu na Paróquia Nossa Senhora da Saúde, localizada na 702 Norte, a 500 metros de uma delegacia de polícia. A barbárie chamou atenção da Arquidiocese de Brasília para a falta de segurança nos santuários da capital da República. Após crimes sucessivos neste ano de 2019, igrejas católicas – mais visadas pelos bandidos – passaram a intensificar a vigilância.
De janeiro a agosto, foram registradas 163 ocorrências de furtos em templos religiosos no DF. No mesmo período de 2018, 150, o que representa aumento de 8,7% nesse tipo de delito. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF). Segundo a Arquidiocese de Brasília, há 150 paróquias e aproximadamente 80 capelas espalhadas pelo Distrito Federal.

ARTE/METRÓPOLES
A algumas quadras de distância da paróquia onde o padre Casemiro foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), a Igreja Nossa Senhora das Graças da Medalha Milagrosa, na 908 Norte, também acabou inserida nesta triste estatística. Furtada três vezes neste ano, o templo precisou receber novas grades, alarmes e câmeras de segurança a fim de evitar novas investidas dos bandidos.
“Na primeira vez, roubaram materiais de obra. Na segunda, pegaram uma caixa de som da igreja. Agora, há cerca de um mês mais ou menos, roubaram o sacrário. Foi então que o padre procurou a polícia, porque causa insegurança”, contou uma funcionária da paróquia, que preferiu não se identificar.
Depois da última invasão, foram instaladas grades nas janelas da igreja. “Antes, era só vidro, mas agora colocamos também, porque tem de fortalecer”, disse a mulher ao Metrópoles: 
https://www.metropoles.com/distrito-federal/seguranca-df/rogai-por-nos-igrejas-do-df-sofreram-163-ataques-de-bandidos-em-2019