( 00:00:00 )

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

author photo

O Decreto nº 39.673/2019, que estabelece as normas de aplicação da marca do Governo do Distrito Federal, a impessoalidade na divulgação da atuação das administrações Regionais e campanhas publicitárias de utilidade pública foram alguns dos assuntos abordados nesta sexta-feira (20), durante palestra oferecida pela Secretaria de Comunicação Social (Secom).
Destinado exclusivamente aos comandantes das 31 regiões administrativas do DF, o evento integrou o encerramento do curso de Formação e Boas Práticas oferecido pela Escola de Governo (Egov) desde a última segunda-feira (16).
“É uma oportunidade de ouro estarmos aqui reunidos para explicar melhor a importância de termos uma conduta unificada”, declarou a secretária-adjunta de Comunicação, Cláudia Marques.
Segundo Cláudia, a atuação das comunicações das cidades mais próximas à Secom potencializa a divulgação e ainda garante que ela seja feita de forma correta. “A uniformização da comunicação do governo é importante para que possamos ampliar a divulgação das ações, chegando a mais e mais pessoas”, observou.
Claudia destacou ainda a necessidade de as assessorias de comunicação atuarem sempre atentas à impessoalidade. “É um princípio constitucional e precisamos zelar por ele. Não podemos, em hipótese alguma, fazer promoção pessoal. Todos nós estamos aqui para divulgar as ações do Governo do Distrito Federal”, pontuou.
Subsecretária de Publicidade e Propaganda, Núbia Santos alertou ainda para uma outra preocupação do governo. “Precisamos mensurar melhor os resultados das nossas campanhas e, para isso acontecer, unidade é fundamental”, afirmou, ao destacar ações publicitárias que tiveram interferência com a concorrência de outras publicidades desenvolvidas sem conhecimento da Secom.
Entre os casos citados, Núbia destacou a campanha de vacinação antirrábica para cães e gatos. “Sabemos que a intenção é boa quando outra arte é desenvolvida. Mas quando tudo está nas redes, a gente não consegue saber se a campanha oficial atingiu seu objetivo”, acrescentou.
Para ajudar a esclarecer as dúvidas, a Secom distribuiu cartilha informativa que destaca o princípio da impessoalidade do agente público.
ProgramaçãoO curso da Escola de Governo, direcionado para administradores regionais, contemplou assuntos com mais dificuldade, por parte dos gestores, no dia a dia das cidades. Entre eles, temas relacionados a liderança, gestão de pessoas, licitações, orçamento, contratações e folha de pagamento.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior