quarta-feira, 23 de outubro de 2019

author photo

Uma escola de idiomas cancelou um show do cantor e uma loja de roupas afirmou que não venderá mais roupas da marca do artista.
Após publicar um vídeo em suas redes sociais debochando de uma garotinha, nitidamente desconfortável com a situação, nos Estados Unidos, MC Gui começou a sentir os efeitos da grosseria não apenas nos prejuízos para sua imagem, mas também no bolso. Duas empresas cancelaram contratos com o cantor.
A primeira a rasgar um acordo foi a loja de roupas masculinas Black Nine Califórnia. Ela vendia vestimentas da marca do cantor G Style. “Informamos que a partir de hoje não venderemos mais a marca do Gui. Nós da Black Nine não compactuamos com qualquer tipo de preconceito, muito menos quando se trata de uma criança indefesa”, informou a marca em um comunicado oficial.
Logo depois, a escola de idiomas CNA Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul. Em um post aberto no Facebook, a escola informou que cancelaria um show que o cantor iria fazer no dia de Halloween na unidade, e reforçou que a escola tem “a ética e o respeito como parte dos valores da empresa.”
“O CNA Idiomas Três Lagoas/MS informa que foi solicitado o cancelamento do show do cantor MC Gui, que seria realizado no próximo dia 31 de outubro de 2019 em nosso evento do Halloween. Por esse motivo também excluímos o post que anunciava o evento”, informou a escola de idiomas.
Entenda o caso
Curtindo as férias em Orlando, MC Gui publicou em seus stories, ferramenta do Instagram, um vídeo em que faz piada sobre uma criança. Depois de dar um close na garotinha, que olha intimidada para a câmera, o rapaz ri e faz piadas com os amigos. “Parece filme de terror”, diz um deles. Apenas um deles pede para que o cantor pare de filmar, enquanto os outros dão risada da “piada” do artista.
MC Gui rapidamente se desculpou em um vídeo pelas mesmas redes sociais:
“Disseram que eu estava fazendo bullying. Eu assisto muitos filmes no Brasil que, quando chego nos Estados Unidos, vejo pessoas muito iguais aos personagens. E, agora no trem, postei uma menina que parecia a personagem da Boo (do desenho Monstros S.A.). Eu dei risada porque achei um pouco impressionante. A internet tá muito chata”, disse. “Eu não fiz bullying com a menina. A gente fez uma brincadeira ali. A internet tá muito chata. Eu tô na Disney, eu tô de férias. Infelizmente essa é a internet que a gente tá usando hoje. Estamos no mês de Halloween nos Estados Unidos e muita gente se veste para botar medo em alguém.” Confira:
Veja.com.br
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA