quinta-feira, 31 de outubro de 2019

author photo

Quase 500 carros de aplicativos são apreendidos por situação irregular
A multa para quem for pego fora dos padrões estabelecidos pela Prefeitura é de R$ 1,5 mil e apreensão do veículo
De junho a 30 de outubro deste ano, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) apreendeu 486 carros de aplicativos que atuam na Cidade por irregularidade. Todos os casos foram relativos a não realização de vistoria no mês adequado a cada final de placa, como determinado por decreto de maio de 2019. A expectativa da Etufor é examinar 50 mil automóveis até o final de novembro, mês destinado aos carros com final de placa 9. Até esta quarta-feira só 12.500 inspeções foram realizadas.
O Decreto 14.415/2019, editado pelo prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio (PDT), pune profissionais irregulares com multa de R$ 1,5 mil e apreensão do veículo. De acordo com a Etufor, houve uma crescente na quantidade de carros apreendidos desde quando se iniciou a vistoria dos carros com placa com final 0.
Veja o número de apreensões por mês:
Julho: 82
Agosto: 83
Setembro: 119
Outubro (até dia 30): 202
Para trabalhar de forma regular, os condutores de carros de aplicativos devem procurar um posto de atendimento da Etufor munidos de CNH e documentação do veículo, para agendar a vistoria e emitir o Documento de Arrecadação Municipal (DAM) no valor de R$ 101,78.
A Lei Municipal 10751/2018 diz que “os veículos que não realizarem as vistorias conforme o calendário poderão fazê-las nos meses seguintes, conforme horário pré-determinado pela Etufor para realização de vistorias retardatárias”. Isso é válido até a divulgação, ainda sem data definida, do novo calendário para vistorias em 2020.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA