segunda-feira, 4 de novembro de 2019

author photo

"Enem não teve questões polêmicas nem ideológicas", diz Weintraub
Em entrevista, ministro da Educação afirmou que provavelmente um aplicador vazou as fotos e diz que a Polícia Federal investiga o caso.
A primeira prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), realizada no último domingo (3), foi aplicada em 10.133 locais, em 1.727 municípios brasileiros. Os estudantes responderam a 90 questões de linguagens e ciências humanas, além de fazer uma redação sobre "Democratização do acesso ao cinema no Brasil".
Em entrevista, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o exame "não teve nenhuma questão polêmica, nem ideológica, sem doutrinação."
O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) homologou 15.452 atendimentos especializados — é o caso dos participantes com deficiência auditiva ou surdez que têm Libras (Língua Brasileira de Sinais) como primeira língua — esses participantes tiveram tempo adicional de até duas horas para terminarem de resolver as questões de múltipla escolha e a redação. Esses estudantes puderam ficaram até às 21h, os demais terminaram a prova até às 19h.
De acordo com o MEC (Ministério da Educação), cerca de 3,9 milhões de pessoas realizaram o exame neste primeiro dia de provas. Houve ainda 1,2 milhão de faltosos, que representam 23% do total de 5,1 milhões de inscritos.
Os números oficiais divulgados pelo Ministério da Educação ainda apontam que 376 pessoas foram eliminadas por descumprirem as regras do exame em todo país.
Enem 2019
O exame começou com uma confusão com o horário. Relógios de dispositivos como celulares e computadores atualizaram automaticamente para o horário de verão. Muitos estudantes chegaram mais cedo ao local de prova para evitar problemas. Até o Twitter do MEC (Ministério da Educação) divulgou o horário errado.
Logo após o início do exame, começou a circular nas redes sociais imagens de questões da prova. Por meio de nota, o Inep informou que a foto é verdadeira. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou em sua conta no Twitter que provavelmente a imagem vazou em Pernambuco e que a Polícia Federal já está atrás do autor da foto.
Segundo Weintraub, a foto teria sido feita por um aplicador do exame. O ministro disse que possivelmente o vazamento foi feito por um aplicador de provas, que pegou o exame de um estudante que faltou.
Prova
As questões do primeiro dia do Enem abordaram diversos temas ligados aos direitos humanos, como violência contra a mulher, racismo, refugiados, escravidão e discursos de ódio nas redes sociais. O que não supreendeu os professores.
O tema da redação surpreendeu, no entanto, e manteve o foco nas questões sociais, no caso a "democratização do acesso ao cinema". Para muitos estudantes, o tema foi considerado difícil.
A próxima prova está marcada para o próximo domingo (10). Os alunos enfrentarão uma maratona de 90 questões de multipla escolha de matemática e ciências da natureza.
Gabarito oficialO Inep divulga o gabarito oficial no dia 13 de novembro no site ou pelo aplicativo. No total, são seis gabaritos para cada dia e seis Cadernos de Questões, de acordo com as cores da prova e opções acessíveis.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA