terça-feira, 26 de novembro de 2019

author photo

Polícia Civil indicia 5 suspeitos de participação no assassinato do engenheiro Flávio
Alejandro Valeiko, Mayc Vinícius e o sargento Da Paz foram indiciados por homicídio, já Paola Valeiko e Vittório Del Gato serão indiciados por fraude processual. Ministério Público vai analisar caso e decidir se apresentará denúncia.
A Polícia Civil do Amazonas vai indiciar cinco suspeitos na participação do assassinato do engenheiro Flávio Rodrigues dos Santos, que teve o corpo encontrado em uma terreno baldio no dia 30 de setembro. Mayc Vinicius, Alejandro Valeiko e o sargento Da Paz serão indiciados por homicídio, já Paola Valeiko será indiciada por fraude processual, e Vittório Del Gato por omissão de socorro.
Os indiciamentos acontecem após a conclusão do inquérito com as investigações sobre o caso. O documento foi enviado, na manhã desta terça-feira (26) para apreciação e análise do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que irá analisar o caso e decidir se apresentará denúncia ou não. O indiciamento por parte da Polícia acontece quase dois meses após o início do caso, no final de setembro.
Newsletter - Receba os destaques do portal A Crítica todos os dias no seu e-mail.
Durante as investigações realizadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), foram colhidas provas como vestígios de sangue na casa de Alejandro, no condomínio de luxo Passaredo, além de informações colhidas por meio de depoimentos dos participantes e de testemunhas.
Os delegados que investigam o caso também pediram para que as prisões dos envolvidos sejam convertidas de temporárias para preventivas. Os outros investigados no caso, Elielton Magno e José Edvandro, não foram indiciados pelo caso e a Polícia Civil ainda não se pronunciou sobre a situação dos dois.
Relembre o caso
O corpo do engenheiro Flávio dos Santos foi encontrado no dia 30 de setembro, após ter desaparecido de uma festa onde se encontrava no dia anterior, na casa de Alejandro Valeiko, filho da primeira-dama de Manaus. Desde então a Polícia investiga o caso, com a prisão temporária de seis envolvidos, entre eles Alejandro Valeiko, Mayc Vinicius, o sargento Da Paz, Elielton Magno, o cozinheiro de Alejandro, Vittório Del Gato e José Edvandro. Recentemente, Vittório Del Gato saiu da prisão devido a problemas de saúde.
O caso estava sendo investigado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que teve o apoio da 19ª Delegacia Integrada de Polícia (DIP), no começo do caso. O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) também abriu investigação paralela para apurar a morte do engenheiro. Durante as investigações, foram colhidos depoimentos dos envolvidos e de testemunhas, assim como laudos foram feitos com resquícios de sangue da vítima na cena do crime.
Agora com a conclusão do inquérito, o MP-AM irá analisar os documentos apresentados pela polícia e decidir se apresentará ou não denúncia contra os envolvidos no caso. Caso seja apresentada, a Justiça do Amazonas decidirá e aceita a denúncia, dando prosseguimento ao caso.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA