terça-feira, 3 de dezembro de 2019

author photo

Sérgio Moro tenta por todas as formas evitar que fique para 2020 a discussão sobre a prisão em segunda instância. Mas esse é o cenário mais provável no momento no Congresso, onde o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, costura um acordo com líderes para aguardar a tramitação de uma proposta de emenda constitucional na Câmara dos Deputados.
Mas Moro avalia que não é necessária PEC, e sim, projeto de lei, para promover a mudança, por meio da alteração do Código do Processo Penal.
“Eu gostaria de ver isso aprovado o quanto antes. Se for possível aprovar por um projeto de lei nesse ano, no Senado ou na Câmara, um tanto melhor. Por que a gente tem de esperar o ano que vem?”, questionou o ministro nesta segunda (2).
your advertise here

Este post tem 0 Comentários

Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA