Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Substituiu Veter - “Caiado precisava de pessoas leais, que levassem o projeto até o fim”, diz candidata em Aparecida"

Márcia Caldas e Carol Araújo | Foto: Reprodução   Candidata de oposição ao atual prefeito, Márcia Caldas fala sobre projetos para Aparecida ...

Márcia Caldas e Carol Araújo | Foto: Reprodução

 Candidata de oposição ao atual prefeito, Márcia Caldas fala sobre projetos para Aparecida de Goiânia

A candidata à prefeitura de Aparecida de Goiânia, Márcia Caldas (Avante), falou ao Jornal Opção sobre o projeto da coligação “Aparecida Pode Mais” no município. Ela é a primeira mulher a disputar o cargo de prefeita na cidade, em uma chapa 100% feminina que tem Carol Araújo (DEM) na vice.

“Comecei a estudar a função de um vereador e vi que o desempenho dos parlamentares se destoava do que um vereador deveria ser. Por isso, coloquei meu nome à disposição”, diz a candidata que pretendia disputar uma cadeira no Legislativo aparecidense.

Sentimos que o Veter tinha sido traído

Segundo Márcia, a escolha de seu nome partiu do governador Ronaldo Caiado (DEM). “Quando houve a ruptura do Gustavo Mendanha com o Veter Martins nós nos doemos. Sentimos que o Veter tinha sido traído e nos posicionamentos. Então o governador que já estava observando a minha campanha fez o convite e eu prontamente aceitei”, detalha.

A escolha da vice, de acordo com Márcia, também partiu do governador. “A Carol já estava em campanha para vereadora, e o Caiado a conhecia porque ela trabalhou com ele. Ele precisava de pessoas leais, que levassem o projeto ate o fim, por isso fomos convidadas”, destaca Márcia.

Sobre os principais projetos para Aparecida, a odontóloga de 46 anos defende que atualmente existem duas Aparecidas: a do centro que é atendida pela atual gestão e a da ponta que sofre com a falta de saúde, educação e segurança.

“O nosso plano de governo foi feito em cima das carências dessa Aparecida que precisa ser atendida em suas demandas. E o clamor é muito forte por atendimento na área da saúde e educação, além da segurança e a falta do asfalto. Temos pessoas na fila de cirurgia há anos, são necessidades que terão o nosso olhar”, argumenta a candidata.

Sobre os partidos que compõe a aliança, Márcia diz que a priori são nove: PTB, PP, PRTB, PMN, PV, AVANTE, PSD, PSC e DEM. Mas a questão jurídica envolvendo a situação das siglas ainda não foi resolvida, por isso, a situação não é definitiva. “Estamos aguardando como ficará essa situação”, encerra Márcia. 

Fonte: Jornal Opção


Nenhum comentário