Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Ibaneis tira do papel regularização do Setor Primavera em Taguatinga-DF

Área de Interesse Social (Aris) corresponde a 60,58 hectares e beneficia mais de 3,5 mil habitantes O governador do Distrito Federal, Ibanei...


Área de Interesse Social (Aris) corresponde a 60,58 hectares e beneficia mais de 3,5 mil habitantes
O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, assinou o projeto urbanístico da regularização fundiária da Aris Primavera, nesta manhã de terça (22). Antes do pronunciamento, o chefe de estado recebeu cartas dos alunos do Colégio Anchieta, Valentina, Caio, Luisi entregaram uma carta com mensagens de agradecimento pela regularização do Setor Primavera.
Ibaneis afirmou, inicialmente, que a manhã ficará marcada para muitos moradores do Setor Primavera. 
O governador agradeceu todos os envolvidos que lutaram para a regularização ser concretizada.
O chefe do executivo recordou quando ligou para o Bispo Renato e o convidou para ser o administrador de Taguatinga. 
“Olha, eu vou te dar um presente, eu vou lhe tirar da Câmara, mas eu vou lhe entregar Taguatinga. E ele abraçou Taguatinga e está fazendo uma revolução dentro da cidade. 
O que você fez e o Rafael na CLDF, foi dar o maior presente da vida do Bispo.”
Segundo Ibaneis, Taguatinga passa pela maior revolução da história do DF. Ele citou como maior obra de engenharia o túnel de Taguatinga que vai resolver os problemas de milhares de pessoas que moram em Ceilândia, Samambaia e Taguatinga.
“Já iniciamos as obras da Avenida Hélio Prates e o compromisso nosso de governo é interditar todas as vias. Para sair de Taguatinga só se for de helicóptero, porque vamos reformar toda a cidade. E a gente faz isso pelo carinho que nós temos”, pontuou o governador.
Ibaneis afirmou que viveu a infância e adolescência na cidade e ela ficou esquecida pelos governantes do DF, assim como Ceilândia e Samambaia, que depois de Roriz ninguém fez nada por Samambaia. 
E agora entregamos um hospital vai ajudar a também atender o Setor Primavera.
“Isso dá certo porque a gente tem carinho pelo povo. Esse governo tem cheiro de povo. 
A gente gosta de tratar com as pessoas mais humildes e de resolver os problemas das pessoas. E é isso que estamos fazemos. São problemas com 10, 20, 30 anos que tiramos do papel e entregamos à comunidade.”
Ele garantiu que todo o Setor Primavera estará regularizado até o final do ano com benfeitorias para que as pessoas tenham dignidade, recebendo a escritura e morando em apartamento ou casa com a família em paz e com tranquilidade.
Segundo o governador, o GDF tem uma equipe coesa cuja principal missão é fazer entrega para a população que cansou de abandono proporcionado por governos anteriores.
 “Eu tenho convicção que o trabalho vai ser recompensado, que as pessoas que estão e não puderam estar saibam que isso foi fruto de muito trabalho da comunidade e de muito trabalho de um governo que gosta de atender o povo.”
“Parabéns vice-governador Paco pelo trabalho, minha ministra Flávia pelo carinho que você tem por Taguatinga, Rafael pela CLDF que você preside com maestria, carinho e organização. A CLDF nunca se negou a aprovar um projeto do governo. 
Tudo que foi encaminhado foi analisado com todo o carinho e olhar de quem quer fazer bem pela cidade”, ressaltou Ibaneis.
No momento, destacou o governador, a LUOS está em discussão na CLDF, que irá ajudar as cidades da ilegalidade porque muitos vão para a ilegalidade não é por vontade é porque não tem onde morar. “Agora têm onde morar e está regularizado. Executivo, Legislativo, Tribunal de Contas, as presidências dos órgãos e os secretários, trabalhando com o único propósito, atender a população do DF”, reforçou Ibaneis Rocha.
O presidente da CLDF, Rafael Prudente, afirmou no início do discurso dele que a Casa liberou em torno de R$ 3 milhões em investimentos para a região, com o esforço do secretário da Economia, André Clemente. 
De acordo com o que escutou no Setor Primavera a principal demanda era regularização. Foram realizadas inúmeras audiências e a Câmara foi muito cobrada. 
E na última reunião foi montado o cronograma e foi cumprido.
“Precisou um governo que comprasse a briga e montasse um time que fizesse acontecer. Ficamos muito felizes de dar dignidade a essas pessoas, que começou lá atrás, com Brunelli, que foi um cara que trabalhou no PEDOT de 2009, mais de dez anos depois estamos aqui cumprindo aquilo que foi permitido na legislação lá atrás”, disse Prudente.
Ele antecipou que em breve estará no mesmo local para entregar a regularização do restante do setor Primavera.
A ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, Flávia Arruda, que prestigiou o evento, que passou a infância em Taguatinga e no Setor Primavera. Ela disse que mais uma vez que nada na vida é por acaso. 
“Em 2009 no PEDOT nosso amigo Brunelli estava lá na Câmara, o pai do Rafael, Leonardo, à frente do PEDOT que foi uma luta de muitos anos. 
O Bispo Renato também estava lá.”
Flávia lembrou que houve o início do processo de regularização, mas tudo parou, e com a chegada de Ibaneis ao governo tudo voltou a caminhar. Ela elogiou os secretários Mateus e Wellington Luiz pelo trabalho e empenho e ao presidente da CLDF, junto com os deputados que têm-se empenhado pela regularização fundiária.
A ministra também realçou a amizade com o deputado Agaciel Maia, classificado de mentor de sua trajetória política desde quando chegou à Câmara.
 “Eu nasci e cresci em Taguatinga, sou taguatinguense raíz, conheço essa cidade pelo nome das pessoas, aprendi a dirigir, brincar, a fazer a minha infância e adolescência toda aqui e não me lembro de um administrador como esse aqui, Bispo Renato, que está transformando a cidade”, disse ela, acrescentando que não tem um dia que o administrador não anda de “cabo a rabo”.
A deputada federal Celina Leão (PP-DF), afirmou em rápido discurso que o governador dá a possibilidade para as pessoas aquilo que todos gostam de ter. 
“Quem não quer ter uma escritura na mão para ter a certeza de que aquilo é um bem da família, dos filhos, dos netos, é a casa a cidadania é a moradia, mas a moradia sem escritura é a insegurança. 
E é isso que o senhor dá nessa manhã aqui”, disse.
Estiveram presentes os deputados distritais Jorge Viana, Robério Negreiros, Iolando (PSC), o Guarda Jânio (Pros) , Reginaldo Veras (PDT), Agaciel Maia (PL), Martins Machado (Republicanos). E os secretários José Humberto Pires (Governo), André Clemente (Economia), Mateus de Oliveira (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Wellington Luiz (Codhab), o administrador de Taguatinga, Bispo Renato, entre outras autoridades e moradores da região.

Nenhum comentário