Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Urgente: depoente na CPI desmonta a narrativa da prevaricação de Bolsonaro

Emanuella Medrades falou à CPI desafiando os irmãos Miranda a provarem que ela enviou invoice no dia 18. A CPI da Covid-19 segue firme a cad...



Emanuella Medrades falou à CPI desafiando os irmãos Miranda a provarem que ela enviou invoice no dia 18.

A CPI da Covid-19 segue firme a cada dia com uma nova narrativa. Mas nesta quarta-feira dia 14 de julho a situação desandou de vez para os que queriam incriminar o governo Bolsonaro. Pois após o comparecimento de Emanuela Medrades na CPI respondendo tudo que perguntavam e desmontando narrativas foi inesperado para os inimigos do governo.

Ontem Emanuela Medrades se fez valer do direito de ficar calada, concedido pelo STF. Contudo, foi torturada psicologicamente, pois até ameaça de prisão recebeu por ter usado o seu direito de ficar calada embasada por Habeas Corpus concedido pelo STF. Mas hoje foi totalmente diferente, onde até desafio aos irmãos Miranda, a diretora da empresa PRECISA foi capaz de fazer.

Ao responder as perguntas Emanuela Medrades desmonta narrativa da oposição

Com muita segurança e coragem a diretora da PRECISA, Emanuela Medrades fez um desafio à CPI para convocar o irmão de Luiz Miranda para uma acareação, em relação a data do envio do invoice. “"eu quero ver ele mostrar as provas que diz que tem", disse Emanuela.

Por fim, Emanuela Medrades afirmou na CPI que o invoice só foi enviado no dia 22 Mar e se colocou à disposição para fazer uma acareação com os irmãos para comprovar que não existia nenhum invoice em 18 Mar.

Em poucos minutos as redes sociais começaram a publicar mensagens contra o relator e o presidente da CPI. Em tom de brincadeira, os internautas disseram que agora Renan Calheiros vai pedir ao STF para que Emanuela fique calada.

Resta agora saber se Renan Calheiro que é o relator ou o Presidente da CPI vão ameaçar de prisão os irmãos Miranda.



Uhhhhhhh!!!!! Emanuela diz que desafia tanto o irmão Miranda quanto o técnico a provar que receberam a invoice no dia 18 pq ela diz ter certeza q não tem como eles provarem isso. Inclusive se diz disposta a uma acareação. Afrontosaaaaa! Renan não curtiu.


Da redação
A Politica e o Poder 
E-mail: apoliticaeopoder@gmail.com


Nenhum comentário