banner

domingo, 2 de dezembro de 2018

author photo

Lista tríplice para administrar Planaltina se definindo

As coisas estão se afunilando e três nomes estão mais cotados para assumir a Administração de Planaltina: Gilson Amorim, Pepa e Helio Rosa.

O Governador Eleito Ibaneis disse que vai tratar da escolha de administradores regionais pessoalmente a partir do dia 15/12, por que dia 11/12 espera aprovar na Câmara Legislativa a Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS) e, se possível, a lei que definirá o processo de escolha das administrações regionais.

Se for seguir alguns critérios da proposta do Deputado Chico Vigilante, o candidato deverá ter no mínimo 20% de apoio das instituições organizadas e 1% da população, além dos pré-requisitos de qualificação e ficha limpa.


Gilson Amorim, foi candidato em duas eleições passadas, obtendo um pouco mais de 1.000 votos, é do segmento empresarial da cidade e faz parte das lideranças que chegaram nesta última campanha do deputado distrital Cláudio Abrantes. Um dos acordos foi o Abrantes em 2.022 sair a Deputado Federal e fazerem uma dobradinha. Portanto, hoje Gilson tem o apoio de algumas lideranças de bairros como o Arapoanga e de parte do grupo do Distrital Cláudio para assumir a Administração Regional de Planaltina.


Pepa foi o candidato mais votado em Planaltina, conseguiu dobrar sua votação, alcançando um pouco mais de 10.000 votos. Como geralmente pesa a indicação de um Deputado eleito da cidade, terá que buscar a anuência do Distrital Cláudio Abrantes. Segundo informações, Cláudio e Pepa já se encontraram e tiveram uma boa conversa para uma dobradinha em 2.022. Ainda há uma resistência por parte do grupo do Cláudio, uma vez que Pepa teve o apoio de mais de 150 lideranças na cidade e onde irá acomodar este pessoal? Já que os apoiadores do Cláudio também querem o seu espaço na administração da cidade!


Helio Rosa foi pré-candidato à Deputado Federal pelo Avante, logo após desistiu para iniciar a coordenação do Ibaneis em Planaltina. Após 30 dias foi redirecionado para a campanha no DF do candidato à Deputado Federal Zé Edmar, deixando um substituto na coordenação do Ibaneis em Planaltina. É especialista em Administração Pública e vem do Terceiro Setor, onde preside uma OSCIP de mais 15 anos que o direcionou para trabalhar com gestão compartilhada (governo e sociedade juntos). Foi conselheiro de Estado do Meio Ambiente por 08 anos e conselheiro interestadual no Comitê da Bacia do Paranaíba por 04 anos além de ter sido Secretário Executivo da Agenda 21 de Planaltina que originou a Agenda 21 DF. Trabalhou com os deputados Salviano Guimarães, Renato Rainha, Daniel Marques e Alírio Neto. E mais 06 administradores regionais da cidade. Apoiou o Cláudio Abrantes nesta última campanha e agora fará dobradinha com ele, pois herdou boa parte das lideranças do Zé Edmar que obteve mais de 9.000 votos.

Por mais que surgiram outros nomes o que mais se observa é se não houver a anuência do deputado reeleito Cláudio Abrantes se torna muito difícil prevalecer. Tiveram alguns ventilados que apoiaram Cláudio.e não têm interesse, como o Rogério Dapper, Denizia Maria, João Cândido e Daniel Marques. Por isso que nomes como o Major Genilson que apoiou Agaciel Maia, Bispo Eldo que apoiou Rafael Prudente, os professores Rodrigão e Jordenes que foram candidatos ficaram na classificação posterior à lista tríplice de Gilson Amorim, Pepa e Helio Rosa.

Fonte: Blog Política Hoje Web

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade