banner

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

author photo


Por Germano Guedes Leal

Uma história viva sobre a quadra 12 da Estrutural, uma luta de  duas lideres corajosa que deram a cara a bater no intuito de conseguir a regularização da mesma.
Por muitos anos a ex-prefeita da quadra 12 Ilidia Pereira, e  Tânia Medeiros lutaram constante contra a furria do poder público em 2008, quando o ex-Governador José Roberto Arruda (PR), estava sobre o comando do Buriti e realizava 2000 mil obras em todo o Distrito Federal. O que lhe daria a aprovação popular de 74% como Governador de Brasilia. 
Durante uma entrevista conversei com as duas líderes, nossa primeira conversa foi com Ilidia Pereira.
A ex-prefeito contou que em meados de 2007, para 2008, ficou sabendo que a quadra 12 seria transferida para ao lado da lagoa do chorume do Lixão da Estrutural no Setor Oeste da cidade. 
A líder citou durante nossa entrevista, que ela e outras duas pessoas, Tânia Medeiro e Gislaine, foram ameaçadas com arma de fogo, para deixar a quadra 12, e o local aonde estava sendo construído as casinhas por um homem armado com arma de fogo. As mulheres estavam filmando a péssima qualidade do material usado para construir as casas populares do Setor Oeste ao lado do Lixão. 
A ex-prefeita disse, que teve que andar três metros de costa para não morrer nas mãos dos ameaçadores, eles estavam impedindo a gravação do material de péssima qualidade para a construção das casas populares (Casinha), do programa habitacional do Governo Federal. 
Durante as discurses as  líderes pediram que fosse realizado um estudo sobre a quadra para tirar dúvidas que havia várias doenças contagiosas, mais o laudo não constou nada. 
Ilidia, disse que depois destas discussões foi apresentado um laudo que não era da quadra 12, eles trocaram o laudo da quadra  7 do Setor Oeste pelo laudo do lauda da quadra 12, para enganar a população, foi pedido o laudo técnicos da fundação do solo, mais uma vez não ficou nada provado. 
Mesmo assim as líderes não desistiram de lutar e provaram que tudo que o Governo queria era beneficiar os grande empresários de Brasilia.
Elas buscaram ajuda do IBRAN, Universidade Católica de Brasilia e de professores da UnB. 
Para a surpresas de muitos, o Governador Rodrigo Rollemberg (PSB), regularizou a quadra 12 da Estrutural, publicando no Diário Oficial do DF em outubro de 2018.
Uma das coisas que as lideres não concordam era a retirada da quadra 12, mais ao mesmo tempo o Governo construía uma Escola para crianças do 5° ano, e um Centro Olímpico para atender em média cinco mil alunos. 
Tânia Medeiros, confirmou todas as informações, e acrescentou que o Governo  queriam era usar o terreno para outros fins, elas ingressaram com uma ação no Ministério Publico, barrando as ações da AGEFIS, durante as derrubadas da quadra 12. 
A outra líder por nome de Gislaine, não conseguimos contato, mais segundo os relatos ela foi a outra líder corajosas que lutaram juntos até o  fim.
Tânia, ressaltou  que até hoje não exite nenhuma documentação nem dela e nem da sua família. 
A luta ainda vai continuar, pois agora vamos lutar para ser colocado água e luz e esgoto destacou Tânia Medeiros. 
Gislaine ao lado de familiares 













your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade