( 00:00:00 )

quarta-feira, 25 de setembro de 2019

author photo

Irmão de Francisca diz querer condenação de Adriana Villela
Francisca era empregada da família Villela e foi encontrada morta junto com os pais de Adriana, o ministro aposentado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) José Guilherme Villela, 73 anos, da advogada Maria Villela, 69
O terceiro dia de julgamento de Adriana Villela conta com a presença do irmão de Francisca Nascimento Silva, 58 anos, Manoel Nascimento da Silva, 65. Ele acredita que a ré seja mandante do triplo homicídio e disse querer a condenação dela. "Culpada ela é", frisou. Francisca era empregada da família Villela e foi encontrada morta junto com os pais de Adriana, o ministro aposentado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) José Guilherme Villela, 73 anos, da advogada Maria Villela, 69.
Ele contou que estava em casa no dia do crime. "Sempre tinha costume de ligar para ela. Porém, naquela época, telefonei e ela não atendeu", relatou. Ainda de acordo com ele, Francisca era muito apegada à família Villela. "Ela sempre disse que tinha dó de deixar o Seu Zé (José Guilherme Villela)", ressaltou.
Apesar de acreditar na culpa de Adriana, Manoel informou que não sabia detalhes sobre a relação dela com os pais. Nesta quarta-feira (25/9), ele decidiu vir ao Tribunal do Júri para acompanhar a sessão. "Tenho meus compromissos, mas queria assistir", afirmou. De acordo com ele, Francisca tinha 8 irmãos e apenas três moram no Distrito Federal.
Terceiro dia de julgamentoNesta terça, duas testemunhas de acusação e uma de defesa foram interrogadas no Tribunal do Júri. O julgamento começou na segunda-feira (23/9) e está marcado para se encerar na sexta-feira (27/9), entretanto, o prazo ainda pode ser estendido, a depender da quantidade de pessoas que serão ouvidas.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior