Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Deputado Fernando Fernandes: “ele pode mandar no galinheiro dele, no meu poleiro mando eu”

Deputado Fernando Fernandes: “ele pode mandar no galinheiro dele, no meu poleiro mando eu” Por Mino Pedrosa O Deputado Distrital Fernando ...


Deputado Fernando Fernandes: “ele pode mandar no galinheiro dele, no meu poleiro mando eu”
Por Mino PedrosaO Deputado Distrital Fernando Fernandes ( PROS-DF) está realmente entre a cruz e a espada. Denúncias que chegaram no Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) se confirmadas, podem leva o deputado, ex delegado da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) a perder o mandato e parar atrás das grades. O distrital reassumiu o seu mandato nesta quarta-feira (13), em busca da imunidade parlamentar. As denúncias são extremamente graves e muitas com provas robustas. 
Entre elas o chefe de gabinete Deivid Lopes Ferreira, que foi preso pelo Grupo de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) na Operação Escalada em (20/09/2019), confirma documentos apreendidos que comprovam o pagamento de despesas particulares, depósitos em conta corrente, carro alugado em nome de terceiro para uso do distrital, tudo pago por Deivid.
Outro fato grave que chama a atenção da justiça foi a prisão de um traficante e apreensão de um veículo Ecosport quando Fernando Fernandes ainda era delegado na 19ª Delegacia de Polícia. Durante a campanha eleitoral de 2018, o então candidato a distrital, usou o veículo apreendido por ele na campanha sem autorização judicial. Deivid Lopes voltou para a chefia de gabinete da deputada, suplente, Telma Rufino, indicado por Fernando Fernandes. Resta saber se com o retorno do deputado para a Câmara Legislativa, Deivid continuará na chefia de gabinete continuando a bancar o deputado.

Quem não gostou do retorno de Fernando Fernandes para a Câmara foi o governador, Ibaneis Rocha (MDB-DF), que anunciou o rompimento com o deputado caso o distrital retornasse para Câmara. Fernandes deixou seu preposto Cláudio Ferreira Domingues como Administrador Regional da Ceilândia. Porém, o governador já nomeou seu homem de confiança, o advogado Marcelo Piauí para assumir a administração. Em retaliação o deputado Fernando Fernandes e Cláudio Domingues preparam nos bastidores uma megamanifestação ainda essa semana para impedir a posse de Marcelo Piauí. Fernandes afirma que o decreto nº 39.002, de 24 de abril de 2018, que regulamenta a substituição dos titulares de unidades administrativas organizadas em nível de assessoria garante a permanência de Cláudio Domingues pelo menos por 20 dias.
A quem acredite que o inquérito da PCDF que corre em segredo de justiça em desfavor de Fernando Fernandes alcance uma velocidade meteórica, após o enfrentamento do deputado distrital contra o governador. Entre amigos Fernandes esbraveja: “ele pode mandar no galinheiro dele, no meu poleiro mando eu”. Referindo-se ao mandato parlamentar. Quem conhece Ibaneis Rocha, sabe que os inquéritos contra seus adversários costumam ganhar velocidade meteórica no judiciário e aposta em sua vitória nessa queda de braço.