Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

CPI da covid: Roberto Dias paga fiança e é liberado da prisão

Senadores da base aliada do governo pediram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para tornar nula a prisão do ex-diretor. No e...


Senadores da base aliada do governo pediram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para tornar nula a prisão do ex-diretor. No entanto, o presidente preferiu não interferir na decisão.
Após o presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o senador Omar Aziz (PSD-AM), dar voz de prisão ao ex-diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, o detido pagou fiança de R$ 1.100 e foi liberado da sala da Polícia do Senado Federal, na garagem do Congresso.
Senadores da base aliada do governo pediram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para tornar nula a prisão do ex-diretor. 
No entanto, o presidente preferiu não interferir na decisão.
Senadores da base governista argumentam que a decisão de deter Dias ocorreu durante sessão do plenário da Casa, o que é proibido pelo regimento interno. 
“O presidente da CPI, em ato arbitrário, e ao meu ver, clássico caso de abuso de autoridade, determinou a prisão do depoente sem um fato que justifique e em momento absolutamente ilegal, face o funcionamento da CPI concomitantemente com o funcionamento do plenário do Senado Federal. 
Peço a vossa excelência que, em razão do caráter de ilegalidade desse ato arbitrário, determine o seu desfazimento”, pediu o senador Marcos Rogério (DEM-RO).


Nenhum comentário